Contatos: 31 3317-4540 - 31 99122-3999 - 99216-9006
repmedical@repmedical.com.br

________________________________________________________________________________________________________________________

Eletrocardiógrafos e Módulos de ECG:

ECG - PC TEB

 

ECG - C 30+

ECGPC_TEB_001-500x512.jpg
Eletrocardiógrafo-C30-_002-500x512.jpg

Eletrocardiógrafo ECG-pc:

 

É um eletrocardiógrafo digital de alta qualidade de traçado  Totalmente controlado por computador, é também alimentado e aterrado pelo cabo USB (não precisa de pilhas ,bateria ou conexão à rede elétrica ).

 

Principais Diferenciais:

 

Hardware ( Eletrocardiógrafo Digital ):

– Duplo Aterramento. 

– Mini-holter das 12 derivações

– Único Dispositivo no Brasil Homologado para o exame SRA – Stroke Risk Analysis pela Geratherm GMB ( Alemanha ).

 

Software de Operação do ECGPC:

– Medidas 100% Automáticas

Sem limite de licenças

Telemedicina

 

Banco de frases editáveis para informações do paciente e laudo;

 

Três tipos de Laudo:

Resumido ( laudo e traçado na mesma página ) ,

Completo ( laudo e informações em uma página, traçado em outra )

Texto totalmente livre

 

Impressão em formato paisagem ou retrato, 

Total de mais de 500 combinações de laudo/impressão – Exames protegidos por usuário e senha: evita alteração do laudo sem autorização do laudador.

 

Os produtos da TEB foram certificados de acordo com as seguintes normas:

ABNT NBR IEC 60601-1: ABNT NBR IEC 60601-1-1: “ABNT NBR IEC 60601-1-2: ABNT NBR IEC 60601-1-4: ABNT NBR IEC 60601-2-25: ABNT NBR 60601-2-51: 

Eletrocardiógrafo Portátil C30+:

 

É um eletrocardiógrafo portátil digital que capta e grava 12 derivações simultâneas. Com traçado de alta qualidade, imprime as 12 derivações do mesmo batimento três a três em papel térmico de 80mm.

Pode ser utilizado conectado a um computador ou de forma autônoma:

 

 

Software de Operação do C30+:

– Medidas 100% Automáticas

Sem limite de licenças

Telemedicina

 

Banco de frases editáveis para informações do paciente e laudo;

 

Três tipos de Laudo:

Resumido ( laudo e traçado na mesma página ) ,

Completo ( laudo e informações em uma página, traçado em outra )

Texto totalmente livre

 

Impressão em formato paisagem ou retrato, 

Total de mais de 500 combinações de laudo/impressão – Exames protegidos por usuário e senha: evita alteração do laudo sem autorização do laudador.

 

Os produtos da TEB foram certificados de acordo com as seguintes normas:

ABNT NBR IEC 60601-1: ABNT NBR IEC 60601-1-1: “ABNT NBR IEC 60601-1-2: ABNT NBR IEC 60601-1-4: ABNT NBR IEC 60601-2-25: ABNT NBR 60601-2-51: 

 

Características do Eletrocardiógrafo Portátil C30+:

. Dimensões: 240 x 290 x 90mm

. Peso: 1,7 Kg

. Bateria e recarregador internos

________________________________________________________________________________________________________________________

ECG - PC Veterinário TEB

 

Eletrocardiógrafo-Digital-ECGPC_002b-500x512.jpg

Eletrocardiógrafo ECG-pc Veterinário:

 

Eletrocardiógrafo de 12 canais simultâneos para uso veterinário. Com unidade

processadora DSP. Pré-amplificador flutuante para proteção do paciente, detecção de

eletrodo solto e proteção automática contra desfibrilador e bisturi elétrico.

 

Constituído de: módulo, para instalação externa em computadores tipo IBM PC, através da

interface USB, permitindo a monitorização em tempo real, aquisição, impressão, análise e

arquivamento de traçados de ECG.

 

Projetado para realizar exames de ECG em até 12 derivações simultâneas;

Monitorização contínua do ECG;

 

O eletrocardiógrafo digital ECG PC veterinário já vem com software incluso que pode ser

instalado em vários computadores, desde que sejam compatíveis com Windows 7 , Vista

ou XP 32 bits. Possui recursos para Telemedicina e operação em rede.

 

O ECG PC veterinário é um produto de fácil instalação e o próprio usuário pode fazer.

Acompanha suporte para fixação em mesa ou parede.

 

Principais características do EGC PC Veterinário:

 

Operação: Automático, aquisição das 12 derivações simultâneas.

Derivações: DI a V6.

 

 

Sensibilidade: Ajustável entre N/2, N e 2 N.

Qualidade de Sinal: Taxa de amostragem de aquisição de 1.200 amostras/s por canal,

taxa de tratamento digital de 1.200 amostras/s por canal, conversão AD de 12 bits,

resolução de 3.9uV, faixa dinâmica de 16 mV, tolerância de até +/- 1000 mV de potencial

de eletrodo. Acima do estipulado pela Norma Brasileira – ABNT NBR IEC 60601-2-51, item

51.107.4 (para uso em medicina humana).

 

 

Registro: Em papel comum formato A4 (210 x 297 mm), através de impressora Laser ou

Jato de Tinta, qualquer marca, podendo ser configurado para impressão colorida.

Formato do registro: 12 derivações em uma janela, 12 derivações em janelas individuais

ou segmentos individuais de uma derivação.

Velocidade: 25 e 50 mm/seg.

Filtros: Digitais de tremor muscular, rede (60 Hz) e passa-altas.

Software: WINDOWS, monitorização das 12 derivações simultâneas, Modo de gravação

contínua das 12 derivações, Janela de medidas (tempo e amplitude). Banco de frases para

laudo.

 

Alimentação: Através da porta USB

TEB MAV - Módulo de Variabilidade da Frequência Cardíaca

 

MVT_002-640x453.jpg

Análise da Variabilidade da Frequência Cardíaca: Como se realiza?

 

A análise da variabilidade da frequência cardíaca é realizada a partir de valores medidos em intervalos consecutivos dos batimentos cardíacos num tempo que pode variar de 5 minutos até muitas horas.

Pelo grande número de batimentos envolvidos e pela precisão da ordem de milésimos de segundo com que se deve medir seus intervalos, é impraticável que esse processo seja realizado manualmente.

Na prática recorre-se a equipamentos e softwares que sejam capazes de gravar a frequência cardíaca, identificar com precisão os intervalos válidos entre batimentos sucessivos (NN), medi-lo (em ms) e então realizar as análises numéricas. Os resultados da análise de variabilidade da frequência cardíaca são divididos em dois grupos: resultados no domínio do tempo e resultados no domínio da frequência.

  • SDNN – Standard deviation of NN: desvio padrão de todos os intervalos NN.

  • SDANN – Standard deviation of averages NN: desvio padrão dos intervalos NN médios de cada bloco de 5 minutos de gravação. Este parâmetro fornece uma quantificação das variações lentas da variabilidade.

  • RMSSD – Root Mean Square of the Successive Differences: raiz quadrada da média do quadrado das diferenças entre intervalos RR consecutivos. Este parâmetro fornece uma quantificação das variações abruptas da variabilidade.

  • NN50: quantidade absoluta (contagem) de intervalos NN que diferem mais de 50ms em relação ao intervalo anterior.

  • pNN50: porcentagem de NN50 em relação à quantidade total de intervalos NN.

No domínio da frequência a variabilidade é tratada como um sinal de frequência variável e as quantificações são expressas em termos da distribuição da potência desse sinal. São números relacionados ao “ritmo” em que ocorrem as variações:

  • VLF – Very Low Frequency: potência contida na faixa abaixo de 0,04Hz.

  • LF – Low Frequency: potência contida na faixa de 0,04 a 0,15Hz.

  • HF – High Frequencypotência contida na faixa de 0,15 a 0,4Hz.

  • LF/HF: Razão entre as potências LF e HF.

Para se ter uma ideia da grandeza desses valores, abaixo exemplificamos uma tabela de valores encontrados numa análise de variabilidade de frequência cardíaca de 15 minutos feita em um paciente sem indícios de anormalidade:

 

Artigo_MAV_001.jpg

________________________________________________________________________________________________________________________

TEB MVT – Módulo de Síntese de Vetorcardiograma

 

Aba-Registros-sem-Obs-1024x576.jpg

O TEB MVT é um programa que apresenta e imprime o Vetorcardiograma correspondente a um traçado de ECG convencional de 12 derivações.

 

O produto é um módulo: ele não funciona isoladamente, devendo ser instalado agregado aos programas básicos de operação dos eletrocardiógrafos TEB: o ECGPC adquirido a partir de junho de 2015 e o C30+ a partir de 2016.

 

O que faz:

O MVT parte de um registro de ECG convencional captado pelo eletrocardiógrafo TEB utilizado. Através de transformações matemáticas calcula as derivações de Frank correspondentes e sintetiza o Vetorcardiograma. O programa desenha as alças de P, QRS e T nos três planos convencionais (frontal, horizontal e sagital) ou num visualizador “3D”. A partir do traçado do Vetorcardiograma sintetizado, o programa calcula:

Os valores máximos do módulo do vetor nas alças de P, QRS e T (“amplitudes cúbicas”).

Os valores máximos do módulo da projeção do vetor em cada plano das alças de P, QRS e T.

Os ângulos dos eixos de P, QRS e T nos três planos convencionais.

  • O sentido de rotação da projeção do vetor de cada alça, nos três planos.

Derivações de Frank, Alças nos planos convencionais e Medidas Numéricas:

 

Operação:

A partir de um registro de ECG convertido em um traçado Vetorcardiográfico, o programa permite:

  • Ajustar os limites para os laços de P, QRS e T.
  • Escolher os ganhos de cada laço.
  • Observar detalhes das alças na tela de visualização 3D.
  • Editar um texto de Comentários.
  • Imprimir a Análise, com os traçados, as medidas e os comentários.

 

Para que serve:

O Vetorcardiograma é útil para mostrar a atividade cardíaca de uma maneira espacial, complementando a visão “temporal”, oferecida pelo ECG convencional.

Clinicamente, pode ser utilizado para auxiliar o diagnóstico diferencial em diversos casos, dos quais podemos salientar: síndrome de Brugada, hipertrofia ventricular ou na determinação das áreas lesionadas por infarto.

Existem estudos mostrando sua utilidade ligada a ressincronizadores cardíacos. O Vetorcardiograma pode ser utilizado em sua indicação, no posicionamento dos eletrodos e também em sua programação.

 

Bibliografia:

  • Significance of Vectorcardiogram in the Cardiological Diagnosis of the 21st Century – Clin. Cardiol. 30, 319–323 (2007) – Riera ARP, Uchida AH, Ferreira Filho C, Meneghini A, Ferreira C, Schapacknik E, Dubner S, Moffa P.
  • Vectorcardiogram more sensitive than 12-lead ECG in the detection of inferior myocardial infarction – Clinical Physiology (1990) 10, 551-559 – Edenbrandt L.
  • 12-Lead Vectorcardiography in Ischemic Heart Disease. – J Electrocardiol. 1992;24 Suppl:188-93 – Macfarlane PW.
  • Vectorcardiographic QRS area as a novel predictor of response to cardiac resynchronization therapy. – Journal of Electrocardiology 48 (2015) 45-52 – van Deursen CJM. 

 

TEB TT - Módulo de Tilt Test

tilte test.JPG

A partir da conecção do ECG-pc ou C30+ ao paciente sob teste:

 

  • Grava continuamente as 12 derivações do ECG durante todo o teste.

  • Constrói uma tabela para os dados do teste com linhas para cada minuto.

  • Anota minuto a minuto o valor da FC e os valores da PS e PD podem ser inseridos manualmente em cada linha da tabela.

  • Comanda medidor automático de pressão – para uma medida a cada 2 minutos, e insere os valores encontrados na tabela.

  • Permite a anotação de sintomas a cada minuto.

  • Desenha o gráfico da FC, PS e PD com separação das fases horizontal, inclinada e trendelemburg.

  • Oferece campo para anotações e laudo.

  • O relatório impresso inclui gráficos de PC, PS e PD, tabela de dados, tabela de sintomas e campo para laudo.

  • A gravação de ECG realizada permite a extração de eletrocardiogramas em qualquer momento do teste.

  • A gravação também pode ser utilizada para análise da variabilidade da FC.

________________________________________________________________________________________________________________________

Emergência:

CV10+ Cardioversor

 

CV10-_vitrine-500x512.jpg

O cardioversor portátil CV10+ é prático e de fácil utilização. Todos os modelos possuem as funções de desfibrilação, cardioversão e monitorização de ECG. Além disso, estão disponíveis com os opcionais oxímetro de pulso, marca-passo transtorácico e registrador em papel térmico. Controlado através de microprocessadores digitais.

Trabalha alimentado pela rede elétrica de 100-240 Vac, bateria interna recarregável (carregador embutido ) ou bateria externa automotiva. O CV10+ possui autonomia de bateria interna para 4 horas de monitorização ou 40 aplicações de desfibrilador em energia máxima. Energia entregue selecionável de até 360J. Pás adulto e infantil acopladas por encaixe.

As pás podem se encaixar no equipamento de duas formas: descanso e prontidão. O CV10+ possui conexão USB para a visualização e arquivamento no computador dos últimos 20 eventos. Software incluso.  

 

Dimensões: 44 x 17,5 x 43,5 cm

 

Número de registro na ANVISA: 10265690017

 

Normas pelas quais o produto foi certificado:

 

ABNT NBR IEC 60601-1  (Norma geral de Segurança)

ABNT NBR IEC 60601-1-2  (Compatibilidade Eletromagnética)

ABNT NBR IEC 60601-1-1  (Segurança de Sistemas Eletromédicos)

ABNT NBR IEC 60601-2-4  (Segurança de Desfibriladores Cardíacos)

ABNT NBR IEC 60601-2-25  (Segurança Eletrocardiógrafos)

ABNT NBR IEC 60601-2-27  (Segurança de Monitorização de ECG)

ABNT NBR IEC 60601-2-49  (Segurança de Monitorização Multiparamétrica)

________________________________________________________________________________________________________________________

Ergometria:

APEX-1000 Sistema de ergometria

 

Apex-1000_004-500x512.jpg

O sistema de monitorização e análise de teste ergométrico Apex 1000, é moderno e eficiente. É um sistema computadorizado para Exame de Esforço e eletrocardiografia geral de até 13 derivações simultâneas, com impressão durante o teste e gravação contínua de uma ou todas as derivações.  O Apex 1000 acompanha software extremamente eficiente, que permite a realização dos exames e o arquivamento das informações em banco de dados. Há também a possibilidade de monitorização remota, via rede. O conjunto acompanha um moderno monitor, impressora Laser, Amplificador de EGC, interfaces e consoles. A qualidade do sinal é um forte diferencial, a taxa de amostragem de aquisição é de 1.200 amostras/s por canal, assim como a taxa de tratamento digital. O Apex 1000 possui filtros digitais reais (tecnologia DSP) contra interferência de tremor muscular, filtros de rede e oscilação da linha base (por filtro digital “FIR”). O equipamento faz controle automático e semiautomático da esteira Apex 200 ou compatíveis.  

 

Dimensões: 70 x 62 x 57 cm (caixa maior) 95 x 18 x 15 cm (braços laterais)

 

Número de registro na ANVISA: 10265690023

 

Normas pelas quais o produto foi certificado:

 

ABNT NBR lEC 60601-1  (Norma geral de Segurança)

ABNT NBR lEC 60601-1-2  (Compatibilidade Eletromagnética)

ABNT NBR lEC 60601-1-1  (Segurança de Sistemas Eletromédicos)

ABNT NBR lEC 60601-2-27  (Segurança de Monitorização de ECG)

ABNT NBR lEC 60601-1-4  (Sistemas Eletromédicos Programáveis)

APEX 200 Esteira ergométrica

Esteira-Ergométrica-Apex-200_001-1-500x512.jpg

 

A esteira ergométrica Apex 200 faz a perfeita união de conforto, segurança e qualidade.  O segurador (ou empunhadura), é anatomicamente projetado para que o paciente não faça esforço desnecessário, diminuindo a interferência muscular no traçado do ECG, e proporcionando maior conforto ao paciente. Silenciosa e precisa, a esteira Apex 200 é produzida em liga metálica extra resistente e duplamente reforçada. A esteira possui um perfil mais baixo, o que evita acidentes durante o procedimento. Sua inclinação é suave e precisa, e também possui alta estabilidade e precisão de velocidade. O controle é feito via computador pelo sistema de monitorização Apex 2000/ Apex1000 ou compatível.

 

Dimensões: 123 x 61 x 189 cm

 

41 x 140 cm (área útil de trabalho)

 

Número de registro na ANVISA: 10265690021

________________________________________________________________________________________________________________________

Hemodinâmica:

Polígrafo SP12

 

SP12-Hemodinâmica_TEB-500x512.jpg
  • O SP12 para hemodinâmica conta com amplos recursos de revisão de sinais, zoom e medidas.
  • O polígrafo opera com dois vídeos independentes e a impressão laser.
  • 22 canais e 12 traços configuráveis.
  • Dois canais de pressão com curvas instantâneas e médias simultâneas.
  • Cálculo de resistências vasculares, shunt, índice de trabalho por batimento, débito cardíaco e área de valvas.
  • Armazena o procedimento completo. O software permite rever e reanalisar exames em qualquer computador.
  • O arranjo de canais pode ser configurado previamente, bem como sensibilidades e filtros.

________________________________________________________________________________________________________________________

Eletrofisiologia:

Polígrafo SP12+

  • O SP12+ é um sistema eletromédico computadorizado para realização de procedimentos de hemodinâmica e eletrofisiologia, desenvolvido no Brasil com a tecnologia mais avançada.
  • Pronto para integração ao Prontuário Eletrônico (DICOM).
  • Recursos de revisão de sinais, zoom e medidas, 47 canais, dos quais 20 são intracavitários, e 32 traços configuráveis.
  • O polígrafo opera com dois vídeos independentes e a impressão laser.
  • Quatro canais de pressão com curvas instantâneas e médias. Medida de débito cardíaco e cálculos hemodinâmicos.
  • Conta com o exclusivo Módulo Estimulador incorporado e programável.
  • Os filtros são configuráveis individualmente por canal.
  • A impressão e gravação pode ser por acionamento manual, contínuo ou sincronizado com o estimulador.

RF10

Gerador-de-Rádio-Frequência-RF10_001-500x512.jpg
  • O gerador de rádio frequência RF10 é portátil e leve, facilitando seu transporte.
  • Contém microprocessadores digitais para procedimentos de ablação por cateter.
  • Apresenta as curvas de potência, temperatura e impedância durante as aplicações, e tempo de aplicação.
  • O equipamento possui potência máxima selecionável de 50 ou 100 Watts.
  • Comando por pedal. A aplicação é controlada automaticamente por potência ou temperatura.
  • Pode ser conectado ao computador para gravação, monitorização alternativa e impressão das curvas das aplicações.
  • Software incluso permite visualizar, imprimir relatórios e arquivar eventos